ENERGIA SOLAR: COMO É A INSTALAÇÃO?

ENERGIA SOLAR: COMO É A INSTALAÇÃO?

O mercado de energia solar vem se desenvolvendo há alguns anos, principalmente depois dos recorrentes aumentos nas contas de luz. Isso significa que não somente residências estão utilizando painéis fotovoltaicos — as empresas também estão fazendo isso.

Usar energia solar não é um privilégio das grandes organizações. Longe disso! As pequenas podem e devem instalar um sistema fotovoltaico para ajudar na economia das despesas com luz elétrica. A empresa pagará, então, somente a taxa mínima, ou seja, é um investimento que compensa, pois oferece um ótimo custo-benefício.

 

O ESTUDO DE VIABILIDADE

Antes de tudo, é preciso fazer um estudo de viabilidade, ou seja, certificar-se de que é viável instalar o sistema em sua empresa. Na maioria das vezes, é, já que o sistema fica instalado no telhado (ou outro local que tenha espaço suficiente para receber as placas).

É fundamental que os painéis fotovoltaicos não recebam sombreamento, pois isso atrapalha a captação da radiação solar. A região onde a empresa se localiza pode apresentar uma baixa, média ou alta potência energética, dependendo do índice de insolação.

De um modo geral, o Brasil é uma nação que pode aproveitar muito bem a energia solar, pois se trata de um país tropical.

Mesmo quando o local não oferece condições tão propícias à captação, é possível usar algumas estratégias para que o sistema seja instalado.

OS EQUIPAMENTOS

A energia solar para empresas depende de alguns equipamentos, os mesmos usados em qualquer sistema fotovoltaico.

Os painéis solares são formados por células feitas de um material apropriado para absorver a energia irradiada pelo sol, como o silício. Uma das grandes vantagens é que eles têm resistência e durabilidade, alcançando 25 anos com 80% de sua eficiência original.

O inversor é um equipamento que garante a segurança do sistema fotovoltaico e monitora a conversão da energia. Ele também converte a corrente contínua dos painéis em corrente alternada, tornando-a, dessa forma, compatível com a rede elétrica da empresa.

Outro equipamento é o medidor, que deve ter capacidade para mensurar a energia que entra e sai da edificação. A energia elétrica resultante dos painéis é devolvida à rede de distribuição oferecendo duas vantagens:

  1. o sistema produz energia mesmo que não tenha ninguém na edificação;
  2. toda energia convertida é direcionada para uma “conta-corrente” da companhia de eletricidade da cidade, transformando-se em créditos sempre que o consumo de energia for inferior à quantidade de energia produzida. Esses créditos são descontados de forma automática, podem ser utilizados em até 60 meses e ajudam a diminuir a conta mensal em até 95%.

AS VANTAGENS DA ENERGIA SOLAR PARA EMPRESAS PEQUENAS

As pequenas e médias empresas possuem algumas vantagens para aderir à energia solar, pois o governo procura assegurar que elas enfrentem menos dificuldades de natureza técnica e financeira. Dessa forma, elas têm a oportunidade de se integrar à cadeia de valor de tecnologias limpas.

Para uma empresa pequena, um sistema de energia solar pode oferecer inúmeros benefícios, como:

A REDUÇÃO DOS GASTOS COM AQUISIÇÃO

Devido à demanda crescente pelos painéis solares, os custos de aquisição do sistema vêm caindo progressivamente. Assim, usar energia solar como fonte alternativa para a energia elétrica é uma boa opção para as pequenas e médias empresas.

Como se trata de um investimento em longo prazo, muito bancos e outras instituições financeiras recebem incentivos do governo para realizar financiamentos especiais para as pequenas empresas que desejam instalar sistemas de energia solar.

A REDUÇÃO DOS CUSTOS COM TRIBUTAÇÃO

A energia elétrica do Brasil é uma das mais caras do mundo. Conforme a ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica), os tributos que envolvem o setor podem alcançar um percentual de 56% do valor total da conta de luz.

Empresas menores tendem a sofrer mais com o reajuste das tarifas e não podem abrir mão desse recurso (energia elétrica), fundamental para qualquer ciclo de produção e vendas.

A energia solar para empresas é uma solução que permite à organização contar com sua própria fonte de eletricidade, não ficando tão dependente do serviço público e, consequentemente, pagando contas mais baixas no final de cada mês e ganhando mais competitividade.

A ESTABILIDADE DO FLUXO DE CAIXA

Uma empresa com um sistema de energia solar conta com proteção e estabilidade, que são dois importantes critérios para a sobrevivência e o sucesso do negócio.

A PME (pequena e média empresa) fica protegida contra as oscilações nas tarifas de energia elétrica, as quais só contribuem para aumentar as despesas durante o ano e tornar o controle do fluxo de caixa mais difícil.

Usufruindo de um sistema particular que converte energia solar em energia elétrica, a empresa obtém um fluxo de caixa estável, com a previsibilidade de quanto será gasto mensalmente com as contas de luz — para isso, basta comparar a potência do sistema de energia solar com a média de consumo mensal.

No caso de o sistema ser capaz de suprir toda a necessidade de consumo do negócio, os custos mensais da conta de luz serão limitados às taxas fixas da distribuidora da cidade (tarifa de iluminação pública, por exemplo).

A MANUTENÇÃO DE BAIXO CUSTO

Depois que o sistema for instalado por uma equipe especializada, serão necessárias manutenções periódicas para garantir a durabilidade e o bom desempenho dos painéis.

Dentre os gastos com um sistema de energia solar para empresas pequenas, a manutenção é um dos mais baixos. Consiste em procedimentos simples e baratos que podem ser efetuados até por um funcionário: semestralmente, é necessário limpar os painéis com água corrente para evitar o acumulo de folhas e sujeira.

O RETORNO SOBRE O INVESTIMENTO

Vale a pena dedicar um tópico para falar apenas do ROI, o Retorno sobre o Investimento, pois esse índice é de fundamental importância para PMEs.

Os gastos iniciais de um sistema fotovoltaico parecerão muito altos sob uma primeira análise. Porém, quando se calcula o ROI com cuidado e exatidão, percebe-se que a energia alternativa contribui para uma considerável diminuição nas despesas do negócio.

Falando na linguagem dos investimentos, a energia solar pode oferecer uma rentabilidade seis vezes maior que a oferecida pela Caderneta de Poupança!

Portanto, pense na possibilidade de adquirir um sistema de energia solar para empresas e, além de reduzir seus custos com as contas de luz, transformar seu negócio em um exemplo de economia sustentável!